2º Encontro de CEV’s (Colaboradores, Estagiários e Voluntários) do RIAS

Partilha esta publicação


No dia 27 de Agosto decorreu na Quinta de Marim o 2º Encontro de Colaboradores, Estagiários e Voluntários do RIAS.
Prestes a completar 2 anos de funcionamento sob a gestão da associação ALDEIA, o RIAS já contou com a colaboração de mais de 200 pessoas que se disponibilizaram e aceitaram as várias propostas para colaborar neste projecto.
Como forma de agradecimento a toda a ajuda prestada pelos colaboradores até à data, a equipa base do RIAS organizou o encontro de todos quantos contribuíram para o seu melhoramento e crescimento.
Fica já de seguida o programa do encontro e algumas fotografias.
07h00 – Sessão de anilhagem científica de Aves realizada pelo anilhador Thijs Valkenburg na Quinta de Marim.

Lista de aves anilhadas:
Felosa-musical  Phylloscopus trochilus  9
Felosa de Bonelli  Phyllocopus bonelli  1
Toutinegra-dos-valados  Sylvia melanocephala  8
Felosa-das-figueiras  Sylvia borin  5
Rouxinol-pequeno-dos-caniços  Acrocephalus scirpaceus 14
Felosa-dos-juncos  Acrocephalus schoenobaenus  1
Rouxinol-bravo  Cettia cetti  1
Papa-amoras  Sylvia communis 1
Andorinha-dáurica  Cecropis daurica  1
Rouxinol-comum  Luscinia megarhynchos 1
Pardal-comum  Passer domesticus 1
Melro-preto  Turdus merula  5
Pega-azul  Cyanopica cyanus  9
Picanço-barreteiro  Lanius senator  1
Pica-pau-malhado-grande  Dendrocopus major  1
Papa-figos  Oriolus oriolus  3
No total foram anilhadas 62 aves de 16 espécies diferentes


10:00 – Visita ao RIAS

11:00 – Devolução à natureza de 1 cegonha-branca (Ciconia ciconia) na Quinta de Marim

No dia 14 de Julho foi entregue por um vigilante do Parque Natural da Ria Formosa uma cegonha-branca com suspeitas de trauma, uma vez que, após o exame clínico, verificou-se que a ave apresentava uma fractura na clavícula.
Face a estes sinais clínicos, a sua recuperação consitiu em imobilização do membro, administração de anti-inflamatórios e fisioterapia até à recuperação da total mobilidade do membro afectado.
Após a completa recuperação desta cegonha, procedeu-se à sua libertação que coincidiu com o 2º Encontro de CEV’s e que contou, não só, com a presença dos participantes do encontro, como também de visitantes da Quinta de Marim.

Esta cegonha foi libertada pelo 1º voluntário do RIAS que a baptizou de “CEV”.

13:00 – Picnic na Quinta de Marim seguido de um período de lazer com jogos tradicionais

  

18:00 – Mini-curso de Fotografia de Natureza / Observação de aves

  


20:00 – Jantar convívio


Assim, e como nunca é demais, queremos transmitir a todos os que nos ajudaram um
MUITO OBRIGADO!!!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Encontrou um animal selvagem ferido?

Não deverá dar água ou comida, pois pode estar a comprometer a recuperação do animal.

Não esclarecemos todas as suas dúvidas?

Loja

O RIAS tem disponíveis vários produtos para venda no nosso centro, em Olhão. Mas pode também adquirir alguns produtos sem se deslocar até ao RIAS!

Voluntariado e Estágios

Os voluntários desempenham um papel imprescindível no funcionamento do RIAS.

Desde 2009, o nosso centro já contou com o apoio de mais de 1.000 voluntários/estagiários.

Tarefas gerais do voluntário

Condições gerais

Se queres trabalhar com fauna selvagem, envia-nos o teu currículo e as datas de voluntariado / estágio através  do nosso formulário de contacto.

Donativos

Os donativos monetários são vitais para melhorias nas instalações e custos associados aos animais em recuperação.

A sua contribuição faz a diferença.

para 927 659 313

IBAN: PT50 0035 0555 0004 8770 8302 8
BIC SWIFT: CGDIPTPL (Caixa Geral de Depósitos de Olhão)

Entregue presencialmente à equipa do RIAS, nas nossas instalações ou durante algum evento.

Se pretender fatura, entre em contacto connosco.

Angariação de material

Contribua com doações de materiais essenciais para a higiene, limpeza e alimentação dos animais no RIAS.

Por favor, contacte-nos previamente para agendar a entrega dos bens.

Apadrinhamento

O apadrinhamento de um animal selvagem em recuperação no RIAS consiste numa contribuição simbólica, e dá-lhe a possibilidade de assistir à devolução à natureza do seu afilhado!

Torne-se um membro ativo na recuperação de animais selvagens em Portugal!

Simples

Valor mínimo:  35€

Super Padrinho

Valor mínimo:  50€

Devolução de animal no RIAS

Valor: (2,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos)

Devolução de animal na escola ou imediações

Valor: (3,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos) + Deslocação para escolas fora do concelho de Olhão

Faça da sua empresa um apoiante para a causa da conservação de fauna selvagem em Portugal. Apadrinhe!

Opções de Apadrinhamento

Cabanas: 150€

Tavira: 250€

Armona: 450€

Culatra: Sob consulta

Deserta: 1500€