Gaivota coberta de óleo ingressa no RIAS

Partilha esta publicação

No início do mês de outubro, ingressou no RIAS uma gaivota-d’asa-escura (Larus fuscus) proveniente da Ilha Deserta. Foi encontrada por membros da SPEA, enquanto estavam a realizar trabalho de campo no âmbito do projeto LIFE Ilhas Barreira. Sem conseguir voar, e com as penas todas pretas, era claro que algo de errado se passava.

Transportada até ao RIAS, e feito o exame físico, concluíu-se que a cor que apresentava era resultante de óleo que estaria na água. Óleo esse que poderá ter sido vertido, por exemplo, aquando do descarte de óleo de um motor de barco diretamente na água da ria. ” 

Qualquer descarga de óleos usados nas águas de superfície, nas águas subterrâneas, nas águas de transição, nas águas costeiras e marinhas” é proibida, como descrito no artigo 5º do Decreto-Lei nº 153/2003 de 11 de Julho. 

Uma vez estabilizada, a gaivota foi sujeita a um banho de água morna e detergente de loiça, usado frequentemente em casos de conspurcação, pela sua eficácia na remoção de gorduras.

Terá agora que recuperar a tão importante impermeabilidade das suas penas para que possa voltar à ria ou ao oceano, e capturar o seu alimento sem correr o risco da água penetrar nas penas.


Últimas Publicações

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Encontrou um animal selvagem ferido?

Não deverá dar água ou comida, pois pode estar a comprometer a recuperação do animal.

Não esclarecemos todas as suas dúvidas?

Loja

O RIAS tem disponíveis vários produtos para venda no nosso centro, em Olhão. Mas pode também adquirir alguns produtos sem se deslocar até ao RIAS!

Voluntariado e Estágios

Os voluntários desempenham um papel imprescindível no funcionamento do RIAS.

Desde 2009, o nosso centro já contou com o apoio de mais de 1.000 voluntários/estagiários.

Tarefas gerais do voluntário

Condições gerais

Se queres trabalhar com fauna selvagem, envia-nos o teu currículo e as datas de voluntariado / estágio através  do nosso formulário de contacto.

Donativos

Os donativos monetários são vitais para melhorias nas instalações e custos associados aos animais em recuperação.

A sua contribuição faz a diferença.

para 927 659 313

IBAN: PT50 0035 0555 0004 8770 8302 8
BIC SWIFT: CGDIPTPL (Caixa Geral de Depósitos de Olhão)

Entregue presencialmente à equipa do RIAS, nas nossas instalações ou durante algum evento.

Se pretender fatura, entre em contacto connosco.

Angariação de material

Contribua com doações de materiais essenciais para a higiene, limpeza e alimentação dos animais no RIAS.

Por favor, contacte-nos previamente para agendar a entrega dos bens.

Apadrinhamento

O apadrinhamento de um animal selvagem em recuperação no RIAS consiste numa contribuição simbólica, e dá-lhe a possibilidade de assistir à devolução à natureza do seu afilhado!

Torne-se um membro ativo na recuperação de animais selvagens em Portugal!

Simples

Valor mínimo:  35€

Super Padrinho

Valor mínimo:  50€

Devolução de animal no RIAS

Valor: (2,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos)

Devolução de animal na escola ou imediações

Valor: (3,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos) + Deslocação para escolas fora do concelho de Olhão

Faça da sua empresa um apoiante para a causa da conservação de fauna selvagem em Portugal. Apadrinhe!