Os novos “hóspedes” do RIAS – crias de pernilongo

Partilha esta publicação

Em meados de maio fomos contactados por uma senhora que encontrou três crias de ave a atravessar uma estrada na região de Lagoa. Pela descrição dada parecia tratar-se de uma espécie limícola, algo que veio a confirmar-se quando estas pequenas aves chegaram ao nosso centro – tratava-se de crias de pernilongo (Himantopus himantopus).

Durante o exame físico, não foram observadas lesões físicas, mas aparentavam estar, em graus diferentes, desidratadas e subnutridas. Foi necessário recorrer à administração de fluídos sub-cutâneos nos primeiros dias para reforçar a hidratação destas crias.


Apesar dos esforços da nossa equipa, e dado o avançado estado de debilidade, uma destas crias não resistiu. As outras duas para alívio da equipa, estão a comer sozinhas e já foram transferidas para uma câmara de recuperação adaptada para ir de encontro ao habitat preferencial da espécie.


Na mesma altura recebemos também uma cria de galinha-d’água (Gallinula chloropus) que havia sido vítima de predação por um animal doméstico, e apresentava rutura dos sacos aéreos, o que provocou um enfisema sub-cutâneo (acumulação de gases nos tecidos sub-cutâneos). Feita a drenagem destes gases, restou-nos esperar para ver como evoluía. 

Sendo que ambas as espécies frequentam zonas húmidas, optámos por colocar estes animais na mesma instalação de modo a estimular a relação interespecífica (relação que ocorre entre indivíduos de espécies diferentes) que ocorreria naturalmente em liberdade. 



Infelizmente, os ferimentos da galinha-d’água eram demasiado graves, e também esta, acabou por não resistir.

Temos agora as duas crias de pernilongo a crescer e ganhar peso de dia para dia. Temos esperança que daqui a umas semanas possamos partilhar com vocês a devolução à Natureza destes pequenos sobreviventes.

 

Últimas Publicações

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Encontrou um animal selvagem ferido?

Não deverá dar água ou comida, pois pode estar a comprometer a recuperação do animal.

Não esclarecemos todas as suas dúvidas?

Loja

O RIAS tem disponíveis vários produtos para venda no nosso centro, em Olhão. Mas pode também adquirir alguns produtos sem se deslocar até ao RIAS!

Voluntariado e Estágios

Os voluntários desempenham um papel imprescindível no funcionamento do RIAS.

Desde 2009, o nosso centro já contou com o apoio de mais de 1.000 voluntários/estagiários.

Tarefas gerais do voluntário

Condições gerais

Se queres trabalhar com fauna selvagem, envia-nos o teu currículo e as datas de voluntariado / estágio através  do nosso formulário de contacto.

Donativos

Os donativos monetários são vitais para melhorias nas instalações e custos associados aos animais em recuperação.

A sua contribuição faz a diferença.

para 927 659 313

IBAN: PT50 0035 0555 0004 8770 8302 8
BIC SWIFT: CGDIPTPL (Caixa Geral de Depósitos de Olhão)

Entregue presencialmente à equipa do RIAS, nas nossas instalações ou durante algum evento.

Se pretender fatura, entre em contacto connosco.

Angariação de material

Contribua com doações de materiais essenciais para a higiene, limpeza e alimentação dos animais no RIAS.

Por favor, contacte-nos previamente para agendar a entrega dos bens.

Apadrinhamento

O apadrinhamento de um animal selvagem em recuperação no RIAS consiste numa contribuição simbólica, e dá-lhe a possibilidade de assistir à devolução à natureza do seu afilhado!

Torne-se um membro ativo na recuperação de animais selvagens em Portugal!

Simples

Valor mínimo:  35€

Super Padrinho

Valor mínimo:  50€

Devolução de animal no RIAS

Valor: (2,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos)

Devolução de animal na escola ou imediações

Valor: (3,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos) + Deslocação para escolas fora do concelho de Olhão

Faça da sua empresa um apoiante para a causa da conservação de fauna selvagem em Portugal. Apadrinhe!

Opções de Apadrinhamento

Cabanas: 150€

Tavira: 250€

Armona: 450€

Culatra: Sob consulta

Deserta: 1500€