Quatro patos libertados pelo RIAS identificados pela sua marca nasal

Partilha esta publicação

Certamente já reparou que todas as aves que são devolvidas à Natureza pelo RIAS são previamente marcadas com uma identificação única. Esta marca irá permitir – caso seja observada – conhecer o seu historial. Onde e quando foi anilhada, qual a causa de ingresso no nosso centro, e até mesmo a idade, por exemplo.


Veja aqui casos incríveis de observações 👉 Por onde andam os animais que recuperam no RIAS

No caso de patos, a marca que permite identificá-los não pode ser apenas uma anilha metálica, pois os seus hábitos maioritariamente aquáticos podem impossibilitar que seja observada. Estas aves são então identificadas com um marca nasal, que é colocada cuidadosamente e sem magoar o animal.

 

Soubemos recentemente que dia 25 de abril, um dos zarros-comuns (Aythya ferina) – uma espécie considerada ‘Em Perigo’ – libertados pelo RIAS no ano passado, com a marca nasal ‘ED’ foi observado na Quinta de Marim. Esta ave pertencia a uma ninhada de oito zarros que foi encontrada na região de Quarteira e transportada até ao nosso centro.

Também no dia 2 de maio, durante um evento de Bioblitz na Quinta de Marim, foram observados outros três patos com marca nasal. Feita uma pesquisa na nossa base de dados, rapidamente confirmámos que se tratavam de três espécimes recuperados pela equipa do RIAS e devolvidos à Natureza aqui mesmo, na Quinta de Marim.

– pato-real (Anas platyrhynchos; imagem à esquerda) que ingressou no RIAS em 2016 

– frisada (Mareca strepera; imagem ao meio) que deu entrada no centro em 2019

zarro-comum (imagem à direita) que ingressou em 2020


Estes registos reforçam a importância do trabalho dos centros de recuperação de fauna selvagem, especialmente quando algumas das espécies ingressadas têm estatutos de conservação que exigem medidas de conservação. 

A devolução à Natureza de um animal pode fazer toda a diferença nas populações dessa espécie.

 

Últimas Publicações

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Encontrou um animal selvagem ferido?

Não deverá dar água ou comida, pois pode estar a comprometer a recuperação do animal.

Não esclarecemos todas as suas dúvidas?

Loja

O RIAS tem disponíveis vários produtos para venda no nosso centro, em Olhão. Mas pode também adquirir alguns produtos sem se deslocar até ao RIAS!

Voluntariado e Estágios

Os voluntários desempenham um papel imprescindível no funcionamento do RIAS.

Desde 2009, o nosso centro já contou com o apoio de mais de 1.000 voluntários/estagiários.

Tarefas gerais do voluntário

Condições gerais

Se queres trabalhar com fauna selvagem, envia-nos o teu currículo e as datas de voluntariado / estágio através  do nosso formulário de contacto.

Donativos

Os donativos monetários são vitais para melhorias nas instalações e custos associados aos animais em recuperação.

A sua contribuição faz a diferença.

para 927 659 313

IBAN: PT50 0035 0555 0004 8770 8302 8
BIC SWIFT: CGDIPTPL (Caixa Geral de Depósitos de Olhão)

Entregue presencialmente à equipa do RIAS, nas nossas instalações ou durante algum evento.

Se pretender fatura, entre em contacto connosco.

Angariação de material

Contribua com doações de materiais essenciais para a higiene, limpeza e alimentação dos animais no RIAS.

Por favor, contacte-nos previamente para agendar a entrega dos bens.

Apadrinhamento

O apadrinhamento de um animal selvagem em recuperação no RIAS consiste numa contribuição simbólica, e dá-lhe a possibilidade de assistir à devolução à natureza do seu afilhado!

Torne-se um membro ativo na recuperação de animais selvagens em Portugal!

Simples

Valor mínimo:  35€

Super Padrinho

Valor mínimo:  50€

Devolução de animal no RIAS

Valor: (2,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos)

Devolução de animal na escola ou imediações

Valor: (3,50€/aluno, ou mínimo equivalente a 15 alunos) + Deslocação para escolas fora do concelho de Olhão

Faça da sua empresa um apoiante para a causa da conservação de fauna selvagem em Portugal. Apadrinhe!

Opções de Apadrinhamento

Cabanas: 150€

Tavira: 250€

Armona: 450€

Culatra: Sob consulta

Deserta: 1500€